MSD PREV EM RENDA VARIÁVEL

 

A MSD PREV a partir do dia 02 de agosto passou a investir nos principais gestores disponíveis no mercado para as estratégias de renda variável e multimercado. Duas classes de investimentos pouco exploradas anteriormente pela Entidade, e que agregam performance de longo prazo.

 

A seleção destas casas foi efetuada pela I9 Capital, empresa especializada na gestão de fundos de terceiros, que faz as alocações mediante processo quantitativo e qualitativo de análise que leva em consideração aspectos tradicionais como retorno histórico e volatilidade, mas também indicadores como sharpe, treynor, drawdown, entre outros. Informações menos usuais como sinergia da equipe, políticas de retenção de talentos, estrutura societárias, controles de risco, modelo de tomada de decisão também são utilizadas na construção de um modelo robusto de análise.

 

O objetivo com esta mudança, é elevar os ganhos nominais dos participantes uma vez, que estamos vivenciando um momentos de juros extremamente baixos na economia, a taxa básica (SELIC) utilizada pelo mercado como referência atingiu 6,00% na última reunião  do Banco Central e a tendência, segundo analistas de mercado, é de novas reduções. O ambiente doméstico e internacional favorecem para a redução deste nível e a manutenção destes patamares por um longo período de tempo, não há crescimento no mundo e nem no Brasil que indiquem pressões inflacionárias e necessidade de juros elevados para conter possíveis altas de preço, pelo contrário observamos um movimento de necessidade por estímulos monetários e maior liquidez.

 

Estas duas estratégias representam um novo modelo de gestão adotado pela MSD PREV, com maior dinâmica na alocação e maior diversificação entre gestores. Os investimentos são realizados por meio de um fundo exclusivo nas seguintes casas:

  • ITAÚ: Gestor de dois fundos multimercados, um com viés global e outro local, foco principalmente em operar moedas e o movimento das diversas curvas de juros.
  • CANVAS: Gestora independente com uma das principais equipes do mercado, foco em juros.
  • ABSOLUTE: Foco em operações macro, porém com direcional em renda variável.
  • JGP: Estratégia com viés de crédito, comprando títulos de empresa no Brasil e no exterior.
  • LEBLON e VINCI: Gestores de ações, com viés fundamentalista, concentram a carteira em poucos ativos e possuem detalha análise de cada companhia investida, o que os faz movimentar pouco a carteira, visando o longo prazo.
  • MOAT: Principal performance de renda variável da indústria de fundos nos últimos anos, possui uma característica mais ativa, operando a variação no preço das companhias listadas em bolsa.
  • CONSTÂNCIA: Gestor quantitativo, baseia suas análises em modelos matemáticos, analisa todas as ações da bolsa, criando uma carteira diversificada que tenta ganhar com distorções de mercado.

 

Apesar de ser essencial  a adoção de uma gestão mais dinâmica, a MSD Prev fez este movimento com bastante parcimônia e em uma parcela pequena de seu portfólio, a nova estratégia de ações corresponde a apenas 5% dos recursos do plano e a parcela de multimercados outros 10%, porém esta estratégia em si não é uma novidade, o que há de novo é a diversificação e a escolha por novos gestores, anteriormente a carteira estava concentrada em uma única casa. Os outros 85% continuam sendo geridos pela Western.

 

Atenciosamente,

 

Diretoria Executiva



Fonte: Diretoria Executiva MSD PREV
Data: 05/09/2019